‣ CREATIVE SITE: Desenvolvimento de Sites | Lojas Virtuais | Sistemas Web | Hospedagem de Sites - SOLICITE SEU ORÇAMENTO
Buscar Notícias:
Publicado: 06/02/2017 às 13:37:14
Unimed Limeira realiza cirurgia neurológica em paciente acordado
Procedimento é inédito em Limeira e Região
Em um procedimento inédito em Limeira e Região, o Hospital Unimed Limeira realizou a primeira cirurgia neurológica em um paciente acordado, no último dia 20 de janeiro de 2017. A cirurgia durou cerca de 3 horas e foi realizada por uma equipe composta por 05 médicos, sendo 01 anestesiologista e 02 neurofisiologistas (Dr. Lauro de Freitas Junior, Dr. Paulo André Teixeira Kimaid e Dr. Lucas Martins Nunes), além dos neurocirurgiões Dr. Denes Daniel Vilela e Dr. José Maurício Aceturi de Oliveira.

A intervenção cirúrgica foi realizada em um paciente da Unimed Limeira, de 74 anos de idade, que apresentava uma lesão expansiva (neoplasia) no cérebro localizada na área responsável pelos movimentos. Durante todo procedimento o paciente manteve-se acordado conversando com a equipe médica. “São procedimentos neurocirúrgicos conhecidos tecnicamente com CRANIOTOMIA AWAKE – que consistem na abertura da calota craniana com posterior retirada dessas lesões - com o controle e monitorização completa das funções do cérebro através de estudos neurofisiológicos intraoperatório”, explica o Dr. Denes, e completa “Monitoramos essas áreas mais sensíveis do cérebro (conhecidas como áreas eloquentes), ao mesmo tempo em que o paciente nos ajuda para que tenhamos a certeza que não está havendo nenhuma lesão cerebral”.

Segundo o Dr. Denes Vilela, para este tipo de intervenção cirúrgica pode-se afirmar que o paciente participa ativamente de todo o procedimento cirúrgico, desde o pré-operatório. “Após definição e escolha deste método pela equipe, convocamos os familiares juntamente com o cliente e lhes explicamos qual é o melhor procedimento para o seu caso. Havendo consenso, a pessoa participa de todo o processo acordada, sem sentir nenhuma dor ou qualquer tipo de desconforto”, afirma.

A técnica de monitorização neurofisiológica intraoperatória, ou seja, de controle das funções cerebrais durante o procedimento cirúrgico, não é novidade no Hospital Unimed Limeira. “Já realizamos esse tipo de monitorização há algum tempo. É o tipo de procedimento que ajuda a melhorar os resultados operatórios com ressecções completas e definitivas dessas lesões minimizando as possíveis sequelas de procedimentos dessa magnitude”, explica Dr. Denes.
De acordo com o neurocirurgião, este tipo de intervenção intracraniana em que o paciente permanece acordado não é indicado para todos os tipos de patologias neurológicas. “Há uma análise muito criteriosa. Verificamos o estado clínico geral do paciente, assim como problemas cardíacos, pulmonares, estado neurológico basal, também analisamos se ele não apresenta qualquer quadro de confusão mental ou alterações psicológicas, além da opinião e posterior consentimento familiar. Tudo é levado em consideração, só então definimos a melhor técnica. É importante frisar que nem todos os pacientes são selecionados para este tipo de cirurgia. Esta intervenção é indicada apenas para casos específicos”, ressalta.
O médico afirma que o principal benefício desde procedimento é o resgate da qualidade de vida, o retorno às atividades cotidianas e menor tempo de internação do paciente e o controle das recidivas tumorais evitando maiores danos ao paciente. “É uma técnica cirúrgica inovadora no Brasil e que, pela primeira vez, foi feita em Limeira. Para uma região como a nossa é um marco na saúde”, comentou o especialista, acrescentando que  já realizou este procedimento em outros hospitais da Capital. “Quando realizamos qualquer cirurgia e alcançamos o resultado esperado, a sensação é de dever cumprido. Não nos importamos só com o paciente, mas com toda estrutura familiar dele. A motivação do paciente é essencial para se atingir bons resultados”, diz.

Sensação

O paciente submetido à cirurgia intracraniana recebeu alta médica depois de cinco dias internado no Hospital Unimed Limeira. “Ele está muito bem e já foi para casa. Quando o paciente tem disposição para colaborar integralmente com o tratamento os resultados são sempre melhores”, avalia o médico.

Perguntado sobre a sensação de conversar com um paciente com o crânio aberto, o Dr. Denes responde: “É confortante! É confortante saber que a pessoa não está sentindo dor, está lúcida e colaborando, e que nós estamos o ajudando sem causar maiores transtornos em sua qualidade de vida”. O médico completa exaltando que o Hospital Unimed Limeira deu um salto muito grande dentro da Neurocirurgia. 

“Estamos agregando pacientes. Estamos recebendo pacientes da região, devido a nossa resolutividade de quase 100% dos problemas neurológicos mais graves. Porém, toda esta evolução só está sendo possível devido a Diretoria da Unimed ter acreditado neste projeto. Foi feito um investimento muito grande no serviço de Neurocirurgia, e como consequência, agora a Unimed Limeira está oferecendo um serviço de primeira - de ponta, que não perde para nenhum no Brasil”, conclui o Dr. Denes.
Fonte: Unimed Limeira
Notícias Recentes
Unimed Limeira realiza cirurgia neurológica em paciente acordado
Página anterior
Cordero Virtual - Notícias do Brasil e do Mundo - 2001-2017
Não temos nenhuma responsabilidade por qualquer conteúdo publicado neste site nas quais são citadas as fontes ou assinados.
Proibida cópia total ou parcial do conteúdo deste site sem a devida autorização.
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais