‣ CREATIVE SITE: Desenvolvimento de Sites | Lojas Virtuais | Sistemas Web | Hospedagem de Sites - SOLICITE SEU ORÇAMENTO
Buscar Notícias:
Marcelo L. Braga
Coluna: Politiconomia
Twitter: @ml_braga
Publicado: 16/04/2015 às 14:47:24
Pra não dizer que não falei das flores
Tá certo, a coluna é sobre economia e política mas, convenhamos, dá pra falar sobre economia e política em uma ditadura? Não, eu seria censurado; óbvio.

Gostaria de expressar minha opinião sobre algumas poucas vozes que clamam pela volta dos militares, pela ditadura, pelo fim do tão jovem ordenamento democrático de direito. À essas vozes eu digo: Defendam sua opinião, mas leiam história.

A ditadura é boa somente para quem está no topo da pirâmide, para quem tem vinculo político ou militar, para o resto; o resto! O artigo 5º de nossa jovem Constituição (1988) mostra em seus primeiros incisos a brutal preocupação com o regime que ela encerrava, vou tentar clarear aos que lêem, somente os primeiros:


"Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:"

(Aqui vemos a clara preocupação com a desigualdade do regime anterior. Era o povo no lugar do povo, militares e políticos no lugar deles, ou seja, acima e melhores que o povo. Para o povo nada de liberdade, propriedade, ou liberdade. Vida amargurada aquela!)

"I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;"

(Bom, nem preciso tecer comentários profundos, quais eram os direitos das mulheres no regime anterior?)

"II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;"

(Se um militar olhasse para você e dissesse: Você está prezo porque está mascando chiclete”. Meu amigo, mesmo que não existisse qualquer lei sobre isso, você estaria ferrado!)

"III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;"

(Alguém assistiu Zuzu Angel? Bom, a ditadura era o sistema da tortura, ou você falava ou falava, mesmo que não soubesse.)

"IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;"

(Ahhh a censura, sempre ela. A guardiã de quem não gostava de ser criticado ou questionado.)


Perceberam a preocupação de nosso povo constituinte - que viveu a ditadura - em abolir suas práticas? Com o respeito aos que são a favor, "eu tô fora!" 

A nossa democracia possui seus defeitos, claro, mas estamos aprendendo com ela, afinal, temos apenas 26 anos de constituição democrática; só para comparação, os Estados Unidos são democracia há mais de 200 anos.

Vamos evoluir; não retroagir. Vamos ser o povo responsável que uma democracia pede, deixemos de lado o tapa-olho e vamos aplicar nossa visão, somos a geração da informação rápida, do acesso fácil, do auto aprendizado; nós podemos mais do que simplesmente entregar tudo na mão de uns poucos para nos dizer o que podemos e não podemos fazer, sem quaisquer direitos.

Não vamos falar das flores novamente; agora temos todo um jardim para cuidar. Mãos à obra!
Marcelo L. Braga - É advogado, economista, MBA em Gestão e especialista em Direito Administrativo
Últimos Artigos
Pra não dizer que não falei das flores
Página anterior
Cordero Virtual - Notícias do Brasil e do Mundo - 2001-2017
Não temos nenhuma responsabilidade por qualquer conteúdo publicado neste site nas quais são citadas as fontes ou assinados.
Proibida cópia total ou parcial do conteúdo deste site sem a devida autorização.
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais