‣ CREATIVE SITE: Desenvolvimento de Sites | Lojas Virtuais | Sistemas Web | Hospedagem de Sites - SOLICITE SEU ORÇAMENTO
Buscar Notícias:
Denian Martins
Coluna: Lugar de Paz
Publicado: 31/05/2014 às 08:08:42
Parábola: O Príncipe e a Plebeia
Na época medieval, de feudos e senhorios, havia um reino (localizado no que seria a França) em que reinava um rei chamado Pére. Pére tinha um filho, um príncipe chamado Agneau, que estava noivo de uma plebeia. Acontece que o rei Pére criara a plebeia desde sua infância, e quando adulto, Agneau apaixonara-se por ela.

Porém, a vida não é feita só de flores. Havia um homem no reino que almejava ser maior que o rei. Este era Plaignant, que tinha um filho, chamado Péché. Plaignant usou de seu filho para seduzir a plebeia e fez com que a plebeia traísse o príncipe Agneau.

Acontece que neste reino havia uma lei muito severa. Qualquer que fosse pego ou descoberto no ato de adultério, era condenado à morte. Não foi diferente com a plebeia. A plebéia seria condenada à morte pelo simples fato de não obedecer.

Todo o reino ficou apreensivo e triste. Porém, ninguém estava esperando pelo o que iria acontecer. Agneau amava muito a plebeia, tanto que se entregou para morrer em seu lugar, pagando o preço, pois para Ele era mais fácil morrer por ela do que vê-la sofrer tanto.

Onde Plaignant achava que iria vencer, teve sua maior derrota. Agneau entregou-se por amor, e por isso a plebeia foi nomeada Rainha e ganhou um novo nome: Reine. Pela morte do príncipe, a plebeia virou rainha. Amor assim nunca se viu...

Deus abençoe!!
Últimos Artigos
Parábola: O Príncipe e a Plebeia
Página anterior
Cordero Virtual - Notícias do Brasil e do Mundo - 2001-2017
Não temos nenhuma responsabilidade por qualquer conteúdo publicado neste site nas quais são citadas as fontes ou assinados.
Proibida cópia total ou parcial do conteúdo deste site sem a devida autorização.
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais
Desenvolvimento de Sites e Lojas Virtuais